Soledade: acusado de matar companheira é condenado pelo Júri | Portal Jurídico Investidura - Direito

Soledade: acusado de matar companheira é condenado pelo Júri

Durante sessão do Tribunal do Júri de Soledade ocorrida nesta segunda-feira, 4, foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado o réu Avelino de Queiroz Garcia, 42, pela morte de sua companheira, Cleri Preuss, 25, ocorrida em 23 de outubro de 2012. Atuou em plenário o Promotor de Justiça Michael Flach.

Durante a sessão, foram ouvidas seis testemunhas. O Tribunal do Júri afastou a tese da legítima defesa e do privilégio para condenar Avelino Garcia pela prática de homicídio qualificado por motivo fútil. Considerando que o acusado esteve preso ao longo do processo, bem como diante da gravidade dos fatos, das circunstâncias e da repercussão, lhe foi negado o direito de recorrer em liberdade.

Em cerca de um ano, este é o terceiro Plenário realizado na Comarca de Soledade envolvendo a prática de homicídio contra mulher, em condições ligadas à violência doméstica e do gênero. Em todos eles, os réus foram condenados. Contudo, tramitam outros processos na Vara do Júri por delitos desta natureza.

No caso em foco, o réu alegou que golpeou a companheira com oito facadas porque achava que estava sendo traído pela mulher.



Fonte: AMC
Seção: Notícias
Categoria: MP/RS

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. Soledade: acusado de matar companheira é condenado pelo Júri. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 11 Nov. 2013. Disponível em: investidura.com.br/noticias/341-mprs/314312-soledade:-acusado-de-matar-companheira-e-condenado-pelo-juri. Acesso em: 26 Jan. 2020

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO