Integrantes do MPF de São Paulo participarão de ato público contra a PEC 37 em São Paulo | Portal Jurídico Investidura -

Integrantes do MPF de São Paulo participarão de ato público contra a PEC 37 em São Paulo

A iniciativa pretende mostrar pacificamente a indignação com a proposta que pode alterar a Constituição Federal para excluir o Ministério Público das apurações dos crimes de qualquer natureza. De acordo com o texto da PEC, apenas as polícias federal e civil dos estados e do Distrito Federal terão atribuição para investigar as infrações penais de qualquer natureza.

Para o procurador-chefe em exercício do MPF-SP, Aureo Lopes, a sociedade tem demonstrado, nos recentes protestos realizados nas ruas de várias cidades do país, seu repúdio à corrupção e à impunidade. “A luta contra a PEC 37, a PEC da Impunidade, está a cada dia mais presente na pauta das manifestações”. “Se queremos efetividade no combate à corrupção, o poder de investigação não pode ficar restrito apenas às polícias, que são subordinadas ao Executivo”.

Destaca também que em casos importantes como o recente escândalo da Máfia do Asfalto, não teriam vindo à tona sem as investigações do MPF. “O Ministério Público detectou a fraude a partir da análise de documentos sobre convênios firmados com o Governo Federal. Essa análise documental foi inteiramente feita pelo MPF, e as irregularidades detectadas serviram para instruir a requisição de instauração de inquérito policial para o aprofundamento das investigações”, explica. “Se o Ministério Público não tivesse esse poder de requisitar documentos e de analisá-los, o caso provavelmente não teria vindo à tona”.

A PEC 37 está pronta para ir ao plenário, em 1º turno, na Câmara dos Deputados Segundo a Constituição Brasileira, a alteração da Carta Magna deve ser realizada por meio de emenda à Constituição, com quórum e votação especiais. Uma PEC deve ser votada em dois turnos em cada casa do Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado), com quórum de 3/5 em cada votação no plenário de cada Casa.

Se aprovada, não só o Ministério Público, mas também outras instituições - como Receita Federal, Banco Central, Tribunais de Contas da União e dos Estados, Controladoria-Geral da União, dentre outras - serão impedidas de realizar investigações em caráter de colaboração e complementaridade à polícia para combater a criminalidade no país.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Estado de S. Paulo
Mais informações à imprensa: Gabriela Rölke
11-3269-5068
[email protected]
www.twitter.com/mpf_sp



Fonte: MPF/SP
Seção: Notícias
Categoria: MPF/SP

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. Integrantes do MPF de São Paulo participarão de ato público contra a PEC 37 em São Paulo. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 21 Jun. 2013. Disponível em: www.investidura.com.br/noticias/335-mpfsp/294118--integrantes-do-mpf-de-sao-paulo-participarao-de-ato-publico-contra-a-pec-37-em-sao-paulo. Acesso em: 11 Abr. 2021

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO