Especialista fala sobre como obter sucesso com a cooperação entre bibliotecas | Portal Jurídico Investidura - Direito

Especialista fala sobre como obter sucesso com a cooperação entre bibliotecas

A última palestra do II Encontro dos Profissionais da Informação foi realizada pela diretora da Secretaria de Gestão da Informação e Documentação do Senado Federal, Edilenice Passos, que compartilhou sua experiência com os bibliotecários da Justiça Federal, reunidos entre os dias 20 a 22/11, no Conselho da Justiça Federal (CJF). O evento foi promovido pelo Centro de Estudos Judiciários (CEJ) do CJF.

A palestrante falou sobre as condições para o sucesso da cooperação entre as bibliotecas e ressaltou que os esforços são tão lentos quanto na iniciativa individual, mas que o resultado é muito maior e o com menor custo. Destacou ainda, que, para se chegar ao objetivo comum almejado, é preciso ter a consciência de que “cooperação não é uma simples troca, a cooperação requer um trabalho conjunto de todos os envolvidos no processo”, afirma.

Edilenice Passos fez um breve histórico sobre redes e lembrou que desde 1740 já se compartilhava informações - o espírito coletivo de rede já existia. A primeira rede de bibliotecas, Online Computer Library Center, Inc. (OCLC), foi criada em 1967 visando buscar soluções práticas para o compartilhamento e reduzir os custos da informação. “O banco de dados bibliográficos mais abrangente do mundo tem hoje 90 milhões de registros e um bilhão de acessos”, acrescenta a palestrante.

No Brasil, a catalogação cooperativa teve início na década de 1940 e, desde então, os procedimentos têm sido aperfeiçoados. Por isso, Edilenice reforça a importância dos profissionais das bibliotecas da Justiça Federal se capacitarem. “É necessário tirar esse tempo, como estão fazendo aqui nesse encontro, para pensar, planejar as estratégias adotadas nas suas bibliotecas e também para compartilhar as experiências que não foram bem sucedidas a fim de evitar futuros erros”, alerta.

Em 2000, tiveram início as bibliotecas digitais, “que são também uma forma de trabalho cooperativo”, ressalta a palestrante. Nesse contexto, foi criada a Rede Virtual de Bibliotecas do Congresso Nacional – RVBI, uma rede cooperativa, coordenada pela Biblioteca do Senado Federal, que agrega recursos bibliográficos de 14 bibliotecas da Administração Pública Federal e do Governo do Distrito Federal, dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, com o objetivo de atender às demandas de informações bibliográficas de seus órgãos mantenedores. (http://www.senado.gov.br/senado/biblioteca/RVBI/rvbi.asp)

Ao encerrar o encontro de três dias, a coordenadora da Biblioteca do CJF, Maria Aparecida de Assis Marks, reafirmou a importância de eventos como esse e deixou uma reflexão para os participantes: “cooperar para construir é a melhor forma”.

 

 



Fonte: CJF

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. Especialista fala sobre como obter sucesso com a cooperação entre bibliotecas. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 25 Nov. 2013. Disponível em: www.investidura.com.br/noticias/242-conselho-da-justica-federal/314946-especialista-fala-sobre-como-obter-sucesso-com-a-cooperacao-entre-bibliotecas. Acesso em: 25 Jan. 2020

 

Receba nossos e-mails e infoprodutos jurídicos

 

 

ENVIE SEU ARTIGO