10 Medidas: setores produtivo e comercial do Amazonas aderem à campanha | Portal Jurídico Investidura - Direito

10 Medidas: setores produtivo e comercial do Amazonas aderem à campanha

Em mais uma atividade de mobilização da Campanha 10 Medidas Contra a Corrupção, o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) Edmilson da Costa Barreiros Júnior participou, na última quarta-feira, 21 de outubro, de reuniões na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e na Associação Comercial do Amazonas (ACA) em busca de apoio na arrecadação de assinaturas de apoio às medidas anticorrupção propostas pela campanha. 

No encontro com a diretoria da Fieam, o procurador-chefe ressaltou a importância do apoio do setor produtivo na campanha e como a corrupção pode ser prejudicial à área. “O setor produtivo é o primeiro a sentir os impactos da corrupção. Ele perde para um comércio desleal, pois para cobrir o rombo da corrupção é necessário aumentar tributos, fazendo com que não se sinta falta do valor desviado”, disse. Para Edmilson Barreiros, a Fieam terá grande importância na coleta de assinaturas, pois atua diretamente junto a um grande número de pessoas que, conscientizadas da importância da campanha, irão colaborar para a proposição das medidas anticorrupção.

O presidente da Federação da Agricultura do Estado do Amazonas (Faea), Muni Lourenço, reforçou ainda mais o prejuízo ocasionado pelos desvios ilegais de recursos que poderiam elevar o setor produtivo. “A corrupção compromete o ambiente empresarial no momento que recursos desviados poderiam ser investidos na infraestrutura e logística, resultando em geração de emprego e no aumento das exportações brasileiras”, comentou Lourenço. 

O Amazonas tem a meta de atingir o total de seis mil assinaturas válidas para contribuir com o total de 1,5 milhão de adesões em todo o país. Para o presidente da Fieam, Antônio Silva, o Estado é capaz de ir além da meta proposta. Ele assegurou que a entidade contribuirá para que a campanha seja um sucesso. “Os produtores, através da Fieam, terão todo o empenho para que a campanha seja efetivamente uma ação memorável, por meio da qual possamos esclarecer de uma vez por todas o que está acontecendo neste país”, ressaltou Silva. A colaboração será através de divulgação nos espaços atuantes da federação, como estandes por onde passam cerca de duas mil pessoas por mês. 

Com casos de corrupção sendo mais divulgados e esclarecidos, de acordo com o vice-presidente da Fieam, Nelson Azevedo, não há momento mais oportuno para o lançamento da campanha do que este ano. “Espero que, com a criação das leis propostas, os culpados pela corrupção sejam punidos e que isso possa dar ao país uma nova imagem, um recomeço”, opinou.

A campanha ainda teve o apoio reafirmado do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL), Ralph Assayag, e do líder sindical da Federação dos Trabalhadores na Indústria do Estado do Amazonas, Ricardo Miranda.

Setor comercial – Ainda na noite de quarta-feira, 21 de outubro, o MPF/AM firmou parceria com Associação Comercial do Amazonas (ACA) em prol da campanha. A reunião contou com a presença do presidente da entidade, Ismael Bicharra Filho; o presidente do Conselho Regional de Administração do Amazonas (CRA-AM), Jorge Campos, o diretor-presidente do Grupo TV Lar, José Azevedo, o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, Roberto Simão Bulbol, o proprietário do Jornal Maskate, Miguel Mourão, e diversos outros comerciantes convidados. 

Segundo Ismael Bicharra, a ACA contribuirá com a campanha fazendo a divulgação pelo site e informativo, convidando os associados, a diretoria e outros usuários de serviços oferecidos pela ACA a assinarem as listas de apoio. “É preciso que a gente se engaje nessa campanha, pois o resultado refletirá em nossas empresas, casas e principalmente, na nossa cultura”, declarou o dirigente da associação.



Fonte: MPF
 

Seção: Notícias
Categoria: MPF

Como referenciar este conteúdo

NOTíCIAS,. 10 Medidas: setores produtivo e comercial do Amazonas aderem à campanha. Portal Jurídico Investidura, Florianópolis/SC, 26 Out. 2015. Disponível em: investidura.com.br/noticias/228-mpf/333500-10-medidas:-setores-produtivo-e-comercial-do-amazonas-aderem-a-campanha. Acesso em: 13 Nov. 2018

 

ENVIE SEU ARTIGO